TERAPIA CLARK E CANCRO

Princípios gerais de ajuda Primeiro Passo Fundamental:

Melhorar o nosso sistema imunológico. O nosso sistema imunológico está formado por um “exército” de células denominadas glóbulos brancos. A maior parte de nós, e em todos os seres que sofrem um cancro, estes glóbulos brancos estão intoxicados, com agentes imunossupressores (radioatividade, metais pesados, benzeno, amianto,PEBs,corantes,aço…) Estes agentes imunossupressores estão presentes na maioria dos produtos que nos rodeiam: água, cosméticos, alimentos… Devemos, portanto, ajudar o nosso corpo a desintoxicar, mesmo que a quantidade de glóbulos brancos, seja a correta, a verdade, é que para a Dra Clark, num doente de cancro, estes não trabalham porque estão “cegos” devido a estes tóxicos, pelo que não podem lutar contra vírus, oncovirus, bactérias e o resto de patogénicos presentes nesta e de certeza em muitas outras patologias.

  1. Terapia Clark e Cancro

Princípios gerais de ajuda para a melhoria do sistema imunológico (método Clark) limpeza renais + suplementos fortalecedores de glóbulos brancos

  1. Para que o nosso sistema imunitário possa desintoxicar-se, é necessário que os glóbulos brancos esvaziem a carga tóxica na bexiga expulsando essa toxicidade através da urina. Isto acontece se os rins estiverem completamente limpos, já que estes são a passagem prévia durante o caminho à bexiga. Se os rins estiverem carregados de tóxicos, como os anteriormente mencionados, os glóbulos brancos não conseguem despejar a sua carga tóxica e, continuaremos, portanto, imunodeprimidos. Por isso para a Dra. Clark, o primeiro passo para recuperar a imunidade é realizar uma limpeza renal de 3 semanas, pelo menos. (ver método no apêndice) Limpeza Renal Terapia Clark e Cancro.

Princípios gerais de ajuda.

Suplementos fortalecedores de glóbulos brancos. Além de limpar os rins, para que os glóbulos brancos atuem contra os patogénicos, é necessário alimentá-los e fortalecê-los para que possam despejar a carga tóxica antes mencionada. A Dra. Clark calcula que qualquer pessoa, especialmente o paciente de cancro tem os glóbulos brancos “famintos”, e, desde o início do método utiliza (e paralelamente à limpeza renal), os seguintes suplementos, 3 a 5 vezes ao dia, para alimentá-los. Roseira brava: Pelo alto conteúdo em vitamina C orgânica necessária para eliminar a radioatividade. Selénio: Necessário para que os glóbulos brancos possam eliminar gorduras e azeites tóxicos onde se impregnam os restantes imunossupressores. Hortênsia: fonte do germânio, necessário para que se libertem de cloro (tóxico mais nocivo num cancro). Será necessário alimentar várias vezes ao dia os glóbulos brancos para que estes possam realizar o seu trabalho.

Num paciente de cancro, os glóbulos brancos têm deficientes níveis de selénio, germânio e vitamina C orgânica, outros dos suplementos imunoestimulantes utilizados pela Dra. Clark nos processos cancerígenos são: IP6 (inositol hexafosfato) ou ácido fítico: É um potente agente eliminador do polónio e outros elementos radioativos além de um poderoso estimulante do sistema imune. M5M: parte essencial para o bom funcionamento da imunidade. Excelente desintoxicante de metais. A Dra. Clark afirmava que se tivesse que escolher um único suplemento contra o cancro, escolheria o MSM pela sua capacidade para “romper” a cadeia formadora de cancro ao eliminar o elo intermediário dos alisulfitos. Para a Dra. Clark, o cancro é uma patologia que desde a sua fase inicial (embora não se possa detetar), até as fases intermédias e avançadas da doença, estão involucrados numerosos patogénicos. É necessário, portanto, acabar com eles ou então, deter o seu desenvolvimento, para assim tentar parar o progresso da doença. Recordemos que para a Dra. Clark é imprescindível eliminar um parasita, ou fasciolopssis buski e uma família de bactérias, as dostridium (presentes em todos os cancros). E, porque é tão importante eliminar estes patogénicos? Mais que nada, porque para a doutora, ambos são os formadores do fator do crescimento tumoral OPT (ortofosfotirosina). Mas, além disso, praticamente em todos os cancros devemos tentar eliminar outra série de patogénicos aos que, de forma geral, não se presta atenção, mas trabalham sinergicamente no processo degenerativo e enquanto estejam ativos não vamos conseguir parar a doença. Segundo passo: imprescindível matar o elemento patogénico.

  1. Rirofilaria, Fasciola hepática. Clonorehis simensis unchocera. Eritema pancreático (presente, também, em todos os quadros de diabetes). Plasmodium, strongyloides. Macracanthorus. Acantocephala. Echinoporphyrium recurrotum Parasitas a conquistar num cancro. Terapia Clark e Cancro Princípios Gerais de ajuda.
  2. Terapia Clark Cancro. Princípios Gerais de ajuda. Clostridium (variedades). Salmonella (variedades). Elicoli bactérias a conquistar num Cancro
  3. MYC (oncoviirus). RAS (oncovirus). EBV (Epstein barr vírus). CMV (Ciyomegalovirus). Vírus Hepatite (variedades). Adenovirus. Vírus das papeiras. Vírus a conquistar num cancro: Terapia Clark e Cancro. Princípios gerais de ajuda.
  4. Terapia Clark e Cancro. Princípios gerais de ajuda. Leveduras. Priões

A Dra. Clark propõe como básico (mas sempre após limpar rins e estimular o sistema imune), o seu método de limpeza intestinal (ver apêndice), já que neste são incluídos agentes antiparasitários e antibacterianos, procedentes na sua maioria de plantas e privados de efeitos tóxicos. Outros patogénicos a conquistar num cancro. Como conseguir parar a proliferação de patogénicos? É imprescindível eliminar os parasitas já que são os que iniciam um tumor e os portadores da maior parte das bactérias e oncovirus implicados no processo. Uma vez terminada a limpeza intestinal, continuar uma vez por semana com um lembrete (para evitar uma nova infeção ou proliferação) e realizar a desparasitação de ascaris (ver apêndice), que se repetirá a cada mês e meio mais ou menos. TERAPIA CLARK e Cancro. Princípios gerais de ajuda. Porque devemos eliminar os ascaris num processo cancerígeno? As fêmeas colocam no intestino aproximadamente 200.000 ovos por dia. Podem produzir: asma, bronquite, eczema, psoríase, papeira, herpes, suores noturnos, ataques de epilepsia. Transportam vírus do papiloma e adenovírus (constipação). Bloqueiam o inibidor de telomerasa. Bloqueiam a catepsina B. Trazem oncovirus NEU. Criam depósitos de fosfato tricálcico

Passos gerais (não individualizados) a seguir na Terapia Clark

  1. Limpeza renal + suplementos fortalecedores do sistema imunológico diariamente.
  2. Limpeza intestinal + zapper + suplementos fortalecedores, ao dia.
  3. Desparasitação de ascaris + zapper + lembrete semanal + suplementos fortalecedores ao dia.
  4. Limpeza do fígado (realizar várias, 1 vez a cada 2 ou 3 semanas) + zapper + lembrete semanal + suplementos fortalecedores, diariamente.

 

Terapia Clark e Cancro

– Método de limpeza orgânica.

Limpeza intestinal, tempo: 25 dias. Ingredientes * Tintura de nogueira (guardar no frigorífico) * Curcuma (tc 500mg) * Funcho (l 450mg) * Enzimas digestivas (500mg). * Betaína (350mg) * Óxido de magnésio (300mg) * Lugol (se não é alérgico ao iodo). * Sementes de psilio * Azeite de orégão. Diariamente, ao pequeno-almoço: Beber uma chávena de água quente antes do pequeno-almoço. Tomar 3 cápsulas de funcho. Tomar 1 cápsula de enzimas digestivas. Tomar 2 cápsulas de betaína.

Terapia Clark e CancroMétodo de limpeza orgânica.

Limpeza intestinal (continuação)

Todos os dias, ao almoço: tomar 3 cápsulas de funcho Tomar 1 cápsula de óxido de magnésio. Todos os dias, ao jantar: tomar 2 cápsulas de curcuma Tomar 3 cápsulas de betaína. Tomar 1 cápsula de óxido de magnésio

Limpeza intestinal (continuação)

Lugol (Clark): se não é alérgico ao iodo, tomar 6 gotinhas 4 vezes ao dia em meio copo de água, entre as refeições. Sementes de psílio:1 colher num copo de água antes do pequeno-almoço e do jantar, tomar uma vez cada 7 dias: 3 colheres de sopa de tintura de nogal(Clark) em meio copo de água fria, antes de uma refeição: (pequeno almoço, almoço ou jantar). É importante bebê-la lentamente durante 15 minutos.

Uma vez aberto o frasco guardar no frigorífico. Azeite de orégão (Clark): 5 gotas sempre dentro de uma cápsula vazia, preparada no momento da toma, 1 vez ao dia com estômago cheio 32 terapia Clark e Cancro. Método de limpeza orgânica. Limpeza dos Rins. Tempo: 3 ou 6 semanas (segundo prescrição do terapeuta). Utensílios necessários. Um recipiente de metal inoxidável. 3 Jarras de vidro de meio litro. 5 Recipientes de meio litro de plástico. 1 Coador. Ingredientes necessários: 1 saco de hydrangea (réus de hortênsia desidratada) 1 saco de graree (raiz da rainha dos campos). 1 Saco de marslmallow (raiz de altea). 4 Punhados de salsa fresca. Cereja preta concentrada. Tintura de sello dourado. (gengibre) (500 mg). Uva ursi (500mg). Vitamina B6 (250mg). Óxido de magnésio (300mg)

33 Terapias Clark e Cancro. Método de limpeza orgânica. Limpeza dos rins

.(continuação)

MODO DE Preparação

1º Colocar meio saco das 3 ervas num recipiente de aço inoxidável com 2,5 litros de água. Tapar e deixar repousar durante toda a noite. No dia seguinte, de manhã, acrescente meia garrafa de cereja preta concentrada, pôr a ferver a fogo lento durante 20 minutos. Deixar arrefecer, separar as raízes do líquido com um coador e colocar meio litro numa jarra no frigorífico. Colocar uma parte num recipiente de plástico de meio litro numa jarra no frigorífico. O restante colocar num recipiente de plástico de meio litro e congelar. Guardar as raízes do líquido fervido num saco no congelador. Esta mistura durará aproximadamente 13 dias. Quando terminar, ferver as congeladas uma segunda vez 10 minutos com apenas 1 litro de água e acrescentar 1/3 de cereja preta concentrada (o suficientepara 8 dias mais)

2º Colocar 4 punhados de salsa fresca num litro de água e ferver 3 minutos. Esperar até que arrefeça e colocar meio litro numa jarra de vidro no frigorífico. O outro meio litro congelar. Se a água da salsa acabar antes de 3 semanas, terá de fazer mais.

3º Todas as manhãs colocar: ½ copo de água de salsa e ¾ do copo da mistura de raízes numa jarra não metálica e acrescentar 20 gotas de tintura de hidraste. Beber esta mistura em várias vezes ao longo do dia. Nunca beber tudo de uma só vez.

34Terapia Clark e Cancro – Método de limpeza orgânica

4º Tomar também: pequeno-almoço: 1 cápsula de uva ursina. 1 Cápsula de vitamina B6.

Almoço: 1 cápsula de (gengibre).

Jantar: 1 cápsula de (gengibre).

2Cápsulas de uva ursina

1 Cápsula de óxido de magnésio.

 

Terapia Clark e Cancro. Método de limpeza orgânica. Limpeza do Fígado. (1 dia) – Ingredientes:

– Sais de epson (4 colheres de sopa) – Azeite (meia chávena). Se possível organizado. Toranja (1 grande ou 2 pequenas: o total de sumo deve encher ¾ partes de uma chávena). Ornitiza (se dorme bem 4 cápsulas, caso contrário 8). Tintura de cascas de nozes de 10 a 20 gotas. Utensílios necessários: 1 chávena média ao pequeno-almoço (250cc aproximadamente ou obstipado. Não omitir nenhum dos ingredientes da limpeza do Fígado: (1 dia) (continuação). Realizar quando tenha o dia de descanso, sem sair de casa. Durante este dia não deve tomar nenhum tipo de suplemento vitaminas). Desde que se levante até às 14 horas, comer exclusivamente alimentos leves e sem gorduras: vegetais, frutas. A partir das 15 horas não comer nem beber NADA. (caso contrário pode ter indisposições). Opção: Pode colocar a cabeça na mistura dos sais de Epson e a água no frigorífico, com o sabor amargo dos sais de Epson reduzir-se-á. De vez em quando, pode bochechar a boca sem engolir a água. Para patologias degenerativas do cérebro ou medula espinhal, substituir o sumo da toranja por sumo de maçã (golden ou vermelha deliciosa) natural e ½ colher de ácido cítrico misturado com o azeite e sumo de maçã feito a hora. 37 Terapia Clark e Cancro. Protocolo de limpezas orgânicas.

38Terapia Clark e Cancro. Protocolos de limpezas orgânicas. Limpeza do Fígado: (1 dia) (continuação). Modo de preparação – 15 horas: misturar e dissolver 4 colheres de sopa de sais de Epson com 3 chávenas de água (250 cc aprox). e colocar numa jarra de litro com uma tampa (quantidade suficiente para as 4 doses de ¾ de chávena cada uma) . 19 horas: 1ª dose de ¾ de chávena da mistura de sais de Epson e água. 21 horas: 2ª dose de ¾ de chávena da mistura de sais de Epson e água (mesmo que não tenha comido nada desde as 14 horas, não sentirá de fome).22:45 horas:colocar meia chávena de azeit quente num recipiente tampado. Lavar com água quente, secar e exprimir a toranja, retirando a polpa com um garfo. Se quiser, pode acrescentar sumo de limão. Misturar tudo agitando muito bem (até formar uma solução aquosa). Também acrescentar de 10 a 20 gotas de tintura de nogal 39. Terapia Clark e Cancro. Protocolos de limpezas orgânicas. Limpeza do Fígado: (1 dia) (continuação). Antes de beber toda a mistura vá à casa de banho, não mais de um quarto de hora. 23 horas: beber toda a mistura recém preparada, tomar entre 4 a 8 cápsulas de ornitina e deitar-se imediatamente. Caso contrário não eliminará as pedras. Tente permanecer pelo menos meia hora de barriga para cima, com a cabeça elevada, durma na posição que desejar e não se levante durante todo a noite. Ao acordar (não antes das 7:00). Tomar a 3ª dose de ¾ de chávena. Tomar a 4ª e última dose de ¾ chávena dos sais de Epson e água. Se quiser pode voltar a deitar-se às 11:00 (ou 2 horas depois da 4ª dose, já pode comer. 1º um sumo de frutas e meia hora depois frutas e uma hora depois comida leve. Para o jantar, sentir-se á completamente recuperado.

É normal evacuar várias vezes durante a manhã. Desparasitação de Ascaris (15 dias). Dia 1: 6 cápsulas de coenzima (Clark)- 400mg: 20 minutos antes do pequeno-almoço. 2 Cápsulas L-cisteína (Clark) 20 minutos antes do pequeno-almoço e almoço meio copo de azeite (ozonizado 10 minutos) antes do jantar. Dia 2,3,4,5 e 6: 1 cápsula de 10 (400mg): uns minutos antes do pequeno-almoço. 2 Cápsulas de L-cisteína (Clark): 20 minutos antes do pequeno-almoço e almoço. Meio copo de azeite (ozonizado 10 minutos): antes do jantar. Dia 7: igual que o 1. Dias. 8,9,10,11 e 12: igual que os dias 2,3,4,5 e 6. Dia 13: Igual ao dia 1. Dia 14 e 15: Igual aos dias 2,3,4,5 e 6.

  1. Terapia Clark e Cancro. Protocolo de limpezas orgânicas.
  2. Terapia Clark e Cancro. Desparasitação de Ascarius (realizar 2,4 ou 6 dias). Começar 1 ou 2 dias antes da lua cheia. Papima: Depois de 2 horas sem ingerir alimentos tomar 1.000 mg de papaína cada hora durante 5 horas. L-cisteína: 1 grama 3 vezes ao dia (antes das refeições) para eliminar larvas e ovos). Coenzima 010: mínimo 90mg, numa dose (para eliminar larvas e ovos) * Seguir com a cura durante 2 semanas da maneira seguinte: Papaína: 500mg. 1hora antes das 3 refeições. L-cisteína: 500mg. Meia hora antes das 3 refeições.

42 Terapia Clark e Cancro. Protocolos de limpezas orgânicas. Lembrete de Limpeza Intestinal. Ao finalizar a limpeza intestinal, continuar como lembrete semanal, ao mesmo dia de tintura de nogueira. 3 Colheres de sopa ao dia, Lugol: 6 gotas 2 vezes ao dia. Azeite de orégão: 5 gotas encapsuladas

Terapia Clark e Cancro. Aparelho utilizado Zapper. Este aparelho criado pela Dra. Clark emite um varrimento de frequências e tem 3 funções fundamentais no organismo. 1. Eliminar parasitas (criadores de atividade tumoral e portadores de oncovirus) bactérias, vírus e fungos, todos responsáveis pelo desenvolvimento da doença. 2. Fornecer polaridade norte ao organismo, sendo esta a da saúde. Quando um órgão adoece a polaridade é alterada para o sul. 3. Estimular o sistema imunológico dando energia aos glóbulos brancos mesmo que estejam intoxicados com metais pesados, PCB, caso de um doente de cancro. Este é o motivo pelo qual a Dra. Clark recomenda 8 horas de zappeo diárias para que doente vá recuperando a saúde.

Terapia Clark e Cancro. Aparelho utilizado Zapper (continuação). Neste caso devemos zappear com os pés sobre os joelhos para o zapper, e não com as pulseiras para zappear os pulsos. Durante o zappeo recuperamos a atividade do nosso sistema imunológico mesmo que este esteja deprimido, como no caso da pessoa que padece de cancro. A Dra. Clark afirma que o zapper transforma os nossos glóbulos em “super glóbulos brancos”. O uso do zapper é totalmente inócuo, já que funciona com uma simples pilha (voltagem muito pequena para que possa prejudicar). 20 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado Zapper. Organizador. Funções Básicas: Desinfeta comidas e bebidas, já que pode matar bactérias, vírus, ovos e parasitas e larvas de ténia, presentes nos alimentos em tão só 10 minutos. Além disso, os corantes azoicos, substâncias fenólicas e estrogénio da comida, podem ser destruídos em 15 minutos. A Dra. Clark recomenda que os doentes de cancro e, em geral, todas as pessoas imunodeprimidas, ozonizem toda a sua comida pelo efeito desinfetante e altamente penetrante do atóxico do ozónio. 21 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado ozonizador (continuação). Colocar a comida dentro de uma bolsa de plástico, introduzir a mangueira do ozonizador e fechar a bolsa. Ozonizar 10 minutos e esperar 10 minutos sem abrir o saco, para que o ozónio atue. Ao tomar meio copo de água destilada ozonizada (beber antes de 20 segundos), diminui-se notavelmente a toxicidade das cianidas e o organismo pode introduzir mais energia e desintoxicar-se. O doente de cancro está altamente intoxicado por cianidas, geralmente ingerido através da água clorada. Esta intoxicação inibe a formação e correto funcionamento de numerosas enzimas necessárias para a desintoxicação e para a produção de energia (ATP). 22 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado ozonizador (continuação). 2. Desinfeta os patogénicos (bactérias, vírus e ovos de parasitas) do ambiente: escritório, casa… Com ozonizar 10 minutos cada quarto fechado (é importante que não esteja dentro nenhuma pessoa ou animal domestico). A vantagem do ozónio relativamente a outros desinfetantes é (além da rapidez), que ao transformar-se em oxigénio, não deixa nenhum resíduo tóxico. 23 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado Zappicador de alimentos. Quando os alimentos estão frescos a sua polarização é norte, que é a que nos transmite saúde (um órgão ou organismo com polaridade sul adoece). Mas a maior parte dos alimentos consumidos tem a polaridade sul, incluídas as frutas e vegetais, já que passados 3 o 4 dias de serem recolhidos das árvores ou da terra, a polaridade norte que tenham, altera para sul. A Dra. Clark recomenda zappicar toda a comida e água (que têm também frequentemente polaridade sul). Sobretudo quando estamos doentes, ainda assim ao zappicar alimentos, destruímos os ovos dos parasitas e larvas, bactérias, vírus e priões. 24 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado o benzeno oxida transformando-se em ferrol, e os PCB,S alteram a sua estrutura a uma menos nociva. Os antígenos fenólicos desaparecem da comida e os claminoacidos (alérgenos), transformam-se em L-aminoácidos, o que faz com que a alergia que poderia ser provocada seja menos forte. Igualmente o zappicador pode destruir (alérgenos) como a floridzina (que destrói a pituitária e forma o núcleo inicial dos tumores), o ácido clorogénico, o apiol, o ácido gálico e as esporas de levedura. * zapear a comida só 10 minutos. Os ovos e os lácteos: 15 minutos

25 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado. Pratos de zapeo. Quando queremos transmitir todo o efeito positivo do zapper exclusivamente a um órgão concreto utilizamos os pratos de zapeo, conectados ao zapper.

Se um determinado órgão tem um problema, além de utilizar o zapper normal (que trabalha sobre todo o organismo) é conveniente zapear com pratos (durante 20 minutos) o órgão ou tecido com problema. O mais provável é que um órgão que sofre de patologia degenerativa esteja cheio de tóxicos e o zapeo normal não consegue penetrar totalmente no órgão porque esses tóxicos provocam um efeito isolante. Segundo Dra. Clark, ao zapear com pratos vamos conseguir chegar a todas as partes do órgão intoxicado. 26 Terapia Clark e Cancro Aparelho utilizado. Destiladora de água. Beber e cozinhar com água procedente de destiladora é fundamental para qualquer pessoa que pretende manter a sua saúde e, sobretudo para aquelas que sofrem processos cancerígenos. No seu livro “a cura e prevenção de todos os cancros” a Dra. Clark expõe que o primeiro e mais importante para tentar deter um processo cancerígeno é utilizar água sem cloro (esse traz as cianidas formadoras de cancro) e sem os 5 inmunossupresores fundamentais (metais pesados, PCB´S, corantes, aço, benzeno e amianto) e argumenta que a água pública e muitas das águas embaladas têm habitualmente radioatividade. Esta radioatividade ajuda os a tumores crescer e a manter o sistema imunológico deprimido. A destilação é um procedimento simples e barato para obter uma água livre de tóxicos que comprometem à nossa saúde.