Contate-nos

Perguntas Frequentes

Qualquer dúvida ou questões que possam surgir sobre a terapia ou processos podem realizar a sua consulta através do email: info@drclark-portugal.com ou qualquer terapeuta Clark autorizado.

A limpeza intestinal é muito efetiva por utilizar antiparasitários, antibacterianos e antifúngicos, porque as cândidas trabalham sempre apoiadas em parasitas e bactérias. No entanto, para casos de candidíase recorrente utilizaremos o seguinte processo.

1º - Durante 6 semanas (convém que o casal também o realize):

  • Tintura de cascas de nozes:
  • Nos primeiros 6 dias: uma colher de sopa num copo de água fria, 25 minutos antes do pequeno-almoço, beber lentamente. Uma vez aberto o frasco guardar no frigorífico. No 7º dia: 3 colheres de sopa num copo de água fria, 15 minutos também antes do pequeno-almoço. Depois: 3 colheres de sopa, uma vez ao dia
  • Funcho: 3 ao pequeno-almoço. 3 ao almoço e 3 ao jantar.
  • Lugol (solução de iodo): (se não é alérgico ao iodo): 6 gotas em água, 4 vezes ao dia entre as refeições.
  • Azeite de orégão: 5 gotas em cápsulas vazias em 2 refeições (com o estômago cheio).
  • Vitamina C: 1 ao pequeno-almoço. 1 ao almoço. 1 ao jantar.
  • Complexo B: 1 ao pequeno-almoço.
  • Echinacea:1 ao pequeno-almoço. 1 ao almoço.
  • Betaína: 1 ao pequeno-almoço. 1 ao almoço. 1 ao jantar.
  • Pau D’arco: 2 ao pequeno-almoço. 2 ao almoço. 2 ao jantar.
  • Sementes do Psílio:1 colher de sopa dissolvida num copo de água, ao levantar e deitar.
  • Extrato de alho: 2 ao pequeno-almoço. 2 ao almoço. 3 ao jantar.

2º Limpeza renal + uma vez por semana (os 3 suplementos o mesmo dia):

  • 3 Colheres de sopa de tintura de ncascas de nozes num copo de água. Beber lentamente durante 15 minutos, antes de uma refeição, esperar outros 15 minutos antes de ingerir o alimento. Uma vez aberto guardar no frigorífico
  • Lugol(solução de iodo) (se não é alérgico ao iodo): 6 gotas em água 4 vezes por dia. O mesmo dia da tintura de cascas de nozes
  • Azeite de orégão: 5 gotas em cápsula vazia com uma refeição (com estômago cheio)

3º Duas ou três limpezas hepáticas (1 a cada 2 semanas) + programa de desintoxicação de metais pesados e outros tóxicos.

Nota: os programas 2º e 3º contêm dois protocolos que devem ser realizados em conjunto.


Ao realizar várias limpezas hepáticas regulam os níveis de colesterol, já que esses altos níveis são o resultado comum de uma sobrecarga hepática.


O varizaper é efetivo, tal como a prata coloidal e a boswellia.


A intestinal, já que para levar a cabo uma boa destoxificação orgânica, o primeiro órgão que deve estar desintoxicado e livre de patogénicos é o intestino.


Sim, é conveniente, ainda que não mantenhamos relações sexuais.


Para aumentar a efetividade devido à sua ação contra bactérias ou fungos.


Sim, é recomendável porque estamos constantemente expostos a patogénicos, seja em alimentos, restaurantes e relações, etc...


Porque é um parasita muito comum e muito fácil e porque podemos voltar a ser infetados, já que os seus ovos podem estar inclusive no pó que respiramos e a tintura de cascas de nozes não os elimina.


Para aumentar a efetividade devido à sua ação contra bactérias e fungos.


Sim, é recomendável porque estamos constantemente expostos a elementos patogénicos nos alimentos, restaurantes, relações, etc.


Sim, mais que aconselháveis, já que melhorarão os níveis de absorção de nutrientes, oxigenação, recuperação, etc.


Sim, já que a mãe pode ser portadora de numerosos elementos patogénicos e tóxicos que podem ser transmitidos ao feto, pelo que consideramos fundamental executá-la antes de engravidar.


Claro que sim, e, além disso, é recomendável para estimular e nutrir os nossos glóbulos brancos.

É melhor tomar, como fonte de vitamina C, ácido ascórbico ou roseira brava? Segundo o objetivo pretendido utilizaremos uma ou outra fonte de vitamina C. De forma geral, tomaremos vitamina C em cápsulas, mas no programa de apoio ao sistema imunológico tomaremos roseira brava por ser um forte antioxidante do selénio e do germânio, e que também tomaremos neste processo. Por outro lado, para tomar quantidades altas (várias gramas por dose), se utilizarmos, exclusivamente roseira,podemos sofrer de prisão de ventre.


Porque pode irritar a mucosa bucal ou a mucosa do esófago, contudo, a mucosa gástrica está preparada para tolerar elevados graus de acidez.


Pelo mesmo motivo do azeite de orégão.


Não, a mucosa do estômago está preparada para suportar um PH muito ácido, além disso, o suplemento de HCL está diluído a 5%.


Somente se a quantidade for superior a 30 gotas por dose, é que o iodo chega à glândula, o que não quer dizer que seja prejudicial.

Utilizar a dosagem habitual de seis gotas por dose nunca afetará a glândula tireoide e os seus efeitos limitar-se-ão anível digestivo.


Não, é muito mais efetiva a tintura.


Porque uma vez abertas, inclusive mantendo-as refrescadas, a tintura perde eficácia anti patogénica 2 a 3 semanas depois de abertas.


Não, de maneira nenhuma.


Não, as vitaminas hidrossolúveis eliminam-se com a urina, as de tipo solúvel como (A, D, E, K), para que produzam intoxicação, teriam de ser ingeridas em doses elevadas.


Sim, não obstante, consulte o seu médico ou terapeuta.


Não, nenhum.


Sim, porque a oxigenação celular pode incrementar-se notavelmente.


Não.

O IP6 é um quelante de metais pesados, dificulta a absorção de um ou mais nutrientes. Nunca rouba minerais que já formam parte dos nossos tecidos. O seu consumo deve ser separado das refeições já que da mesma forma que pode absorver metais e radioatividade pode também absorver os minerais contidos nos alimentos.


Claro que sim. É, aliás, recomendável que o faça.


É benéfico utilizar o programa contínuo de 60 minutos embora tenhamos que parar antes de finalizar o ciclo por falta de tempo, já que com este programa a ação benéfica do vaporizador, ao nível da eliminação do sistema imunológico, permanece durante todo o tempo que o utilizamos. Não assim com o outro programa em que atua 7 minutos deixa de atuar 20 minutos.


O tempo que quiser, quanto mais tempo melhor. Pode utilizá-lo várias vezes ao dia, 10, 20, 30 ou mais minutos, e também várias horas seguidas. Uma vez terminados os processos, é conveniente continuar a utilizar o vaporizador mesmo que sejam 15 ou 20 minutos por dia.


As pessoas com maior sensibilidade na pele podem humedecer as correias com prata coloidal em vez de água ou utilizar os cilindros de carbono (em pé) ou os ténis para vaporizar, para solucionar este problema.


Pelo contrário, vaporizar-se é benéfico já que elimina os elementos patogénicos do organismo, fornece polaridade norte aos órgãos e ativa o sistema imunológico ao transmitir energia aos glóbulos brancos.


Não, nunca afeta a flora probriótica do intestino.


Sim.


No caso de utilizar os dois a ordem não é relevante, contudo, aefetividade pode ser maior se começar pelo vapor com pratos.


O vaporizador atua por todo o organismo, enquanto os pratos de zapeo atuam só sobre um órgão ou órgão escolhido, pelo que, todo o efeito benéfico do zappeo se concentra exclusivamente nesse ou nesses órgãos sendo como tal mais poderoso o seu efeito ao não atuar sobre o resto do organismo.

Por outro lado, quando elegemos a frequência de um ou vários patogénicos nos pratos de zappeo, estamos a atuar, simplesmente contra esse ou esses patogénicos, concentrando, assim, toda a potência, exclusivamente, contra os patogénicos escolhidos e não contra os restantes que podemos ter.


Não, de maneira nenhuma. Considere, no entanto, que é durante a noite que os órgãos mudam a polaridade para sul para descansar e ao vaporizar estamos a interromper o “seu descanso”. Ainda assim, é preferível vaporizar-se à noite que não o fazer se não se dispõe a isso no momento.


No zappeo com pratos, 10 minutos entre cada órgão que se zapee.


Para trabalhar zonas concretas sim, porque a máxima efetividade ocorre na zona onde se colocam. Para o resto do organismo a efetividade é menor.


Não é recomendável.


Sim, pode ser utilizado da mesma maneira que no ser humano, vaporizando, por exemplo, fígado, rins.


Quanto mais perto do corpo melhor. Também é mais cómodo porque nos podemos sentar ou deitar para apoiá-la na zona.


Ao nível ambiental sim, porque seu efeito é benéfico ou captaremos através dos fotorrecetores dos olhos. Para aplicações locais é necessário que a luz incida diretamente sobre a pele da zona a tratar.


Ao nível ambiental o tempo que considerar até às 21 ou 22horas. Em aplicações locais, às vezes que considerar, sendo o normal entre 10 20 minutos de cada vez.


Sim, do mesmo modo que os seres humanos.


Sim, mas é preferível orientá-lo sobre os materiais ou marcas pelos quais não se devem substituir, já que um dentista “comum” desconhece quais não são tóxicos.


Nem eu nem a doutora Clark encontramos em toda a nossa carreira uma pessoa alérgica ao Lugol. No entanto, para ter a certeza, com colocar uma gota no dorso da mão e esperar 2 minutos, é suficiente. Se não se produz reação alérgica, rubor, ardor, etc.. não deveria ter problemas. De qualquer das formas, embora sendo esta a nossa opinião, para qualquer dúvida não deixe de consultar o seu médico.

Nos envie um email